Jornal destaca atuação da Vereadora Alessandra do Brumado

A edição nº 56 do jornal Em Foco, de setembro de 2017, destacou a atuação da Vereadora Alessandra do Brumado e sua preocupação com o acampamento Sem-Terra que se formou no município de São Joaquim de Bicas, bem no limite com as cidades de Brumadinho e Mário Campos.

A matéria da página 5, intitulada “Sem Terras invadem fazenda em São Joaquim de Bicas” é assinada pelo conceituado jornalista Valdir de Castro Oliveira. O jornalista destaca as preocupações da Vereadora com o grande acampamento que se formou na região, principalmente as razões “humanitárias” das preocupações de Alessandra.

“Sem entrar no mérito da ocupação, [Alessandra] reiterou as vulnerabilidades das famílias que ali estão, colocando o Poder Legislativo que dirige à disposição para que, em uma operação conjunta, os municípios afetados possam planejar os serviços públicos que são demandados pelos Sem-Terras […] coisa rara neste Brasil da coisa sempre improvisada que sempre espera primeiro que as coisas aconteçam para só depois agir estabanadamente sobre as consequências dos problemas. Parabéns à vereadora”, escreveu o jornalista.

Leia a matéria:

jornal Em Foco set 2017

Anúncios

Presidente da Câmara de Brumadinho procura Poder Público de São Joaquim de Bicas para discutir acampamento do MST na região

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Brumadinho.

A Vereadora Alessandra do Brumado, Presidente da Câmara Municipal de Brumadinho, reuniu-se com o Prefeito de São Joaquim de Bicas, Antônio Augusto Resende Maia e com o Presidente da Câmara, Fábio Cândido Correa, para saber quais medidas o Município está tomando em relação ao acampamento do MST que se instalou no limite de São Joaquim de Bicas com os Municípios de Mário Campos e Brumadinho.

As reuniões ocorreram nos dias 21 e 22 de agosto e foram motivadas pela preocupação da população de Brumadinho para com o exponencial crescimento do acampamento, que já conta com centenas de barracas e agrega cerca de cinco mil pessoas. Há, ainda, a perspectiva da chegada de mais 500 famílias nos próximos dias, vindas de outros acampamentos do MST.

Segundo informações, o terreno onde está localizada a invasão seria de propriedade do empresário Eike Batista, adquirido para uso da Mineração MMX, o que motivou o MST a se instalar no local.

Tanto o Prefeito quanto o Presidente da Câmara Municipal de São Joaquim de Bicas externaram preocupação com o acampamento e afirmaram que o Município não tem condições de assumir os serviços públicos essenciais – tais como abastecimento de água, energia elétrica, saneamento, educação para as crianças, postos de saúde e linhas de transporte público – ao aglomerado que se formou.

De acordo com Maia, já houve uma reunião na Cidade Administrativa a respeito da ocupação, quando ele teria afirmado que Bicas não tem condições administrativas e financeiras de assumir responsabilidade com as centenas de famílias que ocupam o local.

A ocupação também é uma preocupação para a população brumadinhense, uma vez que a proximidade com a sede do Município pode fazer com que os ocupantes procurem diversos serviços em Brumadinho, como saúde e educação, segurança pública e saneamento, promovendo a sobrecarga na prestação destes serviços.

Alessandra protocolou ofícios onde elencou as preocupações do povo de Brumadinho com as condições das famílias do acampamento e sua proximidade com o Município, e colocou o Poder Legislativo à disposição para ajudar no que for possível, tendo-se em vista a preocupação de vários vereadores na Reunião de Comissões ocorrida no dia 16 de agosto deste ano.

“É uma situação de grande complexidade. Brumadinho não pode fechar os olhos para o crescimento desordenado e sem planejamento dessa ocupação e os problemas que este aglomerado pode provocar para nosso Município. Ao mesmo tempo, também é preciso considerar a situação de vulnerabilidade social das centenas de famílias no local. Este é um primeiro passo, vamos agora convidar as autoridades para, conjuntamente, unirmos esforços em busca de alternativas para atender a todos de forma pacífica e ordeira”, comentou a Vereadora Alessandra do Brumado.

20953378_1249244308535598_4486645486209141681_n

Acampamento localizado no limite do município de Brumadinho com os municípios de São Joaquim de Bicas e Mário Campos.

20953282_1249244195202276_3846406622804435444_n

Vereadora Alessandra do Brumado junto com o Prefeito de São Joaquim de Bicas, Antônio Augusto Resende Maia.

20953460_1249244211868941_1414890785483898797_n

Vereadora Alessandra do Brumado junto com o Presidente da Câmara Municipal de São Joaquim de Bicas, Vereador Fábio Cândido Correa.

Brumadinho receberá nova viatura para a Polícia Militar

Viatura será disponibilizada para o município através de indicação da Deputada Federal Luzia Ferreira (PPS), a pedido da Vereadora Alessandra do Brumado, através de cota de emenda parlamentar da Deputada junto à Bancada Mineira na Câmara Federal.

Em maio desse ano, após o município ter recebido reforço no efetivo policial, a Vereadora Alessandra do Brumado encaminhou à Deputada Federal Luzia Ferreira ofício solicitando seu apoio e intervenção junto ao Governo do Estado e a União para adquirir mais uma viatura para 215ª CIA de Polícia Militar de Brumadinho.

A Deputada atendeu ao pedido de Alessandra e encaminhou ofício comunicando que está indicando Brumadinho para ser contemplado com uma nova viatura policial.

Luzia Ferreira ressaltou que o objetivo da liberação do veículo é a melhoria da segurança pública no município, proporcionando melhores condições de atuação da Polícia Militar em Brumadinho.

A Deputada sempre esteve próxima ao povo de Brumadinho, buscando melhorias para nosso município. Na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, durante seu mandato de Deputada Estadual, em dezembro de 2013, Luzia Ferreira viabilizou a aquisição de um carro 0km para a Unidade de Saúde da Família de Conceição de Itaguá.

Durante Audiência Pública convocada por Luzia Ferreira e realizada pela Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na Câmara de Brumadinho, no dia 20 de novembro de 2014, o município conseguiu o aumento de seu efetivo policial.

“Luzia Ferreira é uma grande amiga e parceira do povo de Brumadinho. Sempre esteve disposta a ajudar nosso município, se esforçando para atender as demandas de nossa cidade. É muito bom saber que Brumadinho conta com uma verdadeira representante na Câmara dos Deputados”, comentou a Vereadora Alessandra do Brumado.

Veja abaixo os ofícios de Alessandra do Brumado e Luzia Ferreira:

Novo Documento 2017-08-16_1Novo Documento 2017-08-16_2

Lei prevê a proibição de exposição de sal de cozinha em mesas e balcões de bares, restaurantes e similares

Foi aprovado na Reunião Plenária do dia 10 de agosto o Projeto de Lei 101/2017, de autoria da Vereadora Alessandra do Brumado, que prevê a proibição da exposição de cloreto de sódio (sal de cozinha), em mesas e balcões de bares, restaurantes, lanchonetes e similares, em Brumadinho.

De acordo com o projeto, os estabelecimentos disponibilizarão, sem exposição, embalagens individuais contendo o sal de cozinha para consumo, apenas quando solicitado pelos clientes.

De acordo com Alessandra, é comum termos à disposição nas mesas de bares e restaurantes o cloreto de sódio (sal de cozinha) em grande quantidade. “Muitas pessoas fazem uso excessivo desse sal, muitas vezes instigadas pela simples disponibilidade do produto em suas mesas”, ressalta.

Ainda segundo a Vereadora, apesar de o sal de cozinha ter papel importante no organismo e contribuir para um bom funcionamento do corpo, o consumo abusivo desse sal pode trazer problemas à saúde.

“O excesso de sódio, principal componente do sal de cozinha, está associado ao desenvolvimento da hipertensão arterial, de doenças cardiovasculares, renais e outras, que estão entre as primeiras causas de internações e óbitos no Brasil e no mundo. O objetivo deste Projeto de Lei é evitar o estimulo do consumo de sal em excesso pela grande exposição e disponibilidade desse produto gratuitamente em bares, restaurantes e similares”, argumentou a Vereadora.

Veja abaixo o Projeto de Lei:

Novo Documento 2017-08-15_1

Brumadinho passa a ter critérios higiênicos para fornecimento de canudo, palito dental, sal e açúcar por bares, restaurantes e similares

Projeto de Lei da Vereadora Alessandra do Brumado, aprovado na Reunião Plenária do dia 10/08, estabeleceu critérios a serem seguidos por estabelecimentos que fornecem alimentação, como hotéis, pousadas, bares e restaurantes.

De acordo com o texto do projeto, esses estabelecimentos devem fornecer aos consumidores, canudo, palito dental, sal e açúcar embalados individualmente e acondicionados de forma a garantir a higiene e integridade dos produtos até seu uso.

Os estabelecimentos que descumprirem a Lei estarão sujeitos à advertência e multa a ser regulamentada pelo município.

De acordo com Alessandra, esta lei pretende garantir as boas condições desses produtos e evitar que os consumidores corram o risco de contrariem doenças ou contaminações em razão da utilização de produtos vencidos e/ou infectados devido a má qualidade de seu armazenamento.

Veja abaixo o Projeto de Lei:

Novo Documento 2017-08-14_1

Veja as indicações da Vereadora Alessandra do Brumado lidas na última Reunião Plenária

Na Reunião Plenária do dia 10 de agosto foram lidas cinco indicações da Vereadora Alessandra do Brumado.
Dentre as solicitações feitas pela Vereadora ao Poder Executivo estão:
– a construção de uma unidade de saúde da família no Bairro Retiro do Brumado;
– a promoção da regularização fundiária do Bairro Retiro do Brumado;
– a cessão de uso de imóvel para uso da Associação de Moradores do Bairro Salgado Filhos;
– a construção de uma pista de caminhada no Bairro Parque da Cachoeira;
– e a revitalização da mina de água de Parque do Lago e Parque da Cachoeira.
Veja abaixo as indicações:
Novo Documento 2017-08-11 (1)_1Novo Documento 2017-08-11 (1)_2Novo Documento 2017-08-11 (1)_3Novo Documento 2017-08-11 (1)_4Novo Documento 2017-08-11 (1)_5

CAPS de Brumadinho: sanando dúvidas

Após denúncias de que o CAPS de Brumadinho não dispunha de camas e que os pacientes estavam sendo colocados em colchonetes, a Vereadora Alessandra do Brumado procurou a coordenação do centro para se inteirar da situação.
De acordo com os coordenadores, o CAPS de Brumadinho dispõem de camas suficientes. O que foi denunciado, de forma equivocada, foram os colchonetes disponibilizados em uma sala de TV. Acontece que esse local é utilizado como sala de observação dos pacientes (e não de internação), para descanso dos usuários, geralmente após o almoço, ou quando eles são medicados e precisam ficar em observação por um curto período de tempo.
Ainda de acordo com o CAPS, após o uso desses colchonetes, é feita a assepsia do material, o que ficaria impraticável se fossem utilizadas camas (daí a escolha em fazer uso de colchonetes nesse espaço).
O que parece é que houve um “erro de interpretação” a respeito do que realmente acontece no CAPS e a divulgação equivocada nas redes sociais.
Veja abaixo fotos das salas com camas e da sala de TV do CAPS:
IMG-20170810-WA0024IMG-20170810-WA0025