Inhotim continua a desperdiçar a água de Conceição de Itaguá

Água que parece sobrar para o Inhotim tem faltado nas casa dos moradores de Conceição de Itaguá e Retiro do Brumado. Desperdício é recorrente por parte do museu. Vereadora Alessandra do Brumado fez um Boletim de Ocorrência para registro da situação.

Após denuncias de moradores, em visita à Fazenda do Tanque, de propriedade do Inhotim e onde fica a captação de água para o abastecimento das comunidades de Conceição de Itaguá e Retiro do Brumado, a Vereadora Alessandra do Brumado verificou que o museu tem desperdiçado a água, tão importante para a população.

O Inhotim possui uma caixa de 20.000 litros onde capta a água que seria utilizada para o abastecimento de três residências na propriedade, porém a caixa d’água permanece diariamente cheia e a água transbordando por falta de um sistema de “boia” para regular a entrada de água n reservatório.

Essa situação acaba por prejudicar as comunidades de Conceição de Itaguá e Retiro do Brumado, que dependem da água captada na Fazenda do Tanque para o abastecimento de milhares de residências e que enfrentam diariamente a escassez de água na região.

Embora haja afirmações de que o Inhotim utiliza a água para abastecer três residência, o que se percebe no local é uma grande plantação de plantas ornamentais e viveiros abastecidos por canos que saem da caixa d’água do museu. Uma clara evidencia de que o Inhotim está usando a água da comunidade para irrigar as plantas (veja o vídeo no fim desta postagem).

A Vereadora Alessandra do Brumado chegou a questionar um empregado do Inhotim a respeito do desperdício de água, no entanto, o empregado do museu se limitou a dizer que a água é “um direito” deles e que eles a utilizariam “da maneira que quiserem”.

Indignada com a situação, Alessandra lavrou um Boletim de Ocorrência (veja o BO no fim desse artigo) denunciando o desperdício da água da comunidade por parte do Inhotim.

Não é a primeira vez

O Inhotim é um “reincidente” nestes problemas envolvendo a utilização da água da comunidade de Conceição de Itaguá.

Desde 2013 o museu vem interferindo no abastecimento da comunidade, embora negue que tenha interesse em fazer o uso da água (veja aqui e aqui).

Já em setembro de 2014, Alessandra foi ao local após diversas denúncias e constatou que o museu estava utilizando a caixa d’água sem boia, desperdiçando expressivo volume de água.

Na ocasião Alessandra tentou entrar em contato com o instituto, mas não conseguiu. Em face dessa situação, a Vereadora acionou a Polícia Militar e fez um Boletim de Ocorrência (veja aqui).

“É uma verdadeira falta de respeito para com a comunidade um instituto tão conceituado com o Inhotim fazer esse péssimo uso de nossos recursos hídricos. E o pior: prejudicando o abastecimento de centenas de famílias de Conceição de Itaguá e Retiro do Brumado. Não podemos continuar vivenciando uma situação dessas, as comunidades de Conceição de Itaguá e Retiro do Brumado tem direito garantido a esta fonte de abastecimento, inclusive registrado em cartório. Se o museu não tomar providencias aceitáveis a este respeito vamos ter que recorrer a instâncias superiores”, afirmou Alessandra.

Veja o vídeo:

Veja abaixo o Boletim de Ocorrência feito por Alessandra:

Scan0050 Scan0051 Scan0052

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s