Prefeitura de Brumadinho e a indústria da boataria

Ao que parece, a Prefeitura de Brumadinho se tornou uma indústria de boatos contra a Vereadora Alessandra do Brumado. Recentemente, a Prefeitura cortou todas as gratificações que eram pagas aos servidores, inclusive daqueles que tem o direito legal de recebê-las e foram pegos de surpresa na manhã do dia 30 de janeiro quando receberam seus contracheques. Agora, quando há indagações, por parte dos servidores, da razão dos cortes, a culpa é colocada na Vereadora Alessandra do Brumado, certamente numa tentativa de desgastar a imagem da Vereadora entre os servidores municipais. Infelizmente não é a primeira vez que isso acontece (veja aqui outra ocasião em que a boataria contra Alessandra foi ventilada a partir da Prefeitura).

Estranhamente, a Prefeitura não divulgou as razões que levaram ao fim do pagamento de gratificações no Diário Oficial do Município, nem por outro meio qualquer. Se bem que a Prefeitura deveria ter informado aos servidores por quanto tempo receberiam as gratificações, já que a Lei estipula que as gratificações devem ser concedidas por “tempo determinado”. Também não divulgou o resultado da sindicância que implantou na Secretaria de Administração para saber de onde vazou a folha analítica de pagamentos utilizada na denúncia feita contra o Prefeito na Câmara de Brumadinho no fim do ano passado por um ex-servidor, como consta do DOM de 27 de novembro de 2014.

A pergunta que fica é: PORQUE A PREFEITURA NÃO FAZ MAIS OS PAGAMENTOS DE GRATIFICAÇÕES?

Cabe ressaltar ainda que a Prefeitura nunca apresentou as informações a respeito do pagamento de gratificações à Vereadora Alessandra, mesmo que a Vereadora tenha feito o pedido por força de Requerimentos aprovados pela Câmara de Brumadinho desde o ano de 2013. Basta uma rápida pesquisada no blog da Vereadora para ter acesso a todos os artigos a respeito.

Da mesma forma, a Vereadora Alessandra do Brumado NUNCA denunciou a Prefeitura de Brumadinho pelo pagamento indevido de gratificações. Isso simplesmente por que a Vereadora NUNCA conseguiu provas materiais confiáveis para que fizesse tal denúncia.

É sabido também que um Vereador não pode proibir o Executivo a efetuar pagamentos, ainda mais se estiverem dentro da lei – como representantes/servidores da Prefeitura e alguns vereadores fizeram questão de frisar na Reunião que votou a recepção ou não da denúncia apresentada na Câmara de Brumadinho. Então porque agora atribuir “culpa” à Vereadora Alessandra pelo não pagamento por parte da Prefeitura?

Ainda rondam notícias de que a Prefeitura iria encaminhar nos próximos dias um Projeto de Lei que visa resolver os problemas relacionados ao pagamento de gratificações. Certamente, caso a Prefeitura encaminhe tal matéria, os vereadores apoiadores o Prefeito irão se empenhar e votar rapidamente a proposição (até o momento da publicação deste artigo, nenhum Projeto de Lei neste sentido havia sido distribuído ao Gabinete de Alessandra).

Para a Vereadora Alessandra do Brumado, a melhor alternativa não é “legalizar” o pagamento de gratificações, que só contribuem para amarras eleitoreiras e o clientelismo político, mas sim propor uma alteração no Plano de Cargos e Carreiras da Prefeitura a fim de estabelecer salários e direitos justos para todos, a fim de que os servidores não fiquem à mercê da politicagem e chantagem econômicas.

A conclusão que tiramos de tudo isso é muito simples. Alguns setores da Prefeitura de Brumadinho trabalham única e exclusivamente para fomentar boatos contra a Vereadora Alessandra do Brumado, por perseguição política e despeito, visto o trabalho incessante da Vereadora e seu zelo pela honestidade, transparência e responsabilidade no trato da coisa pública.

Infelizmente, posturas dessa natureza não contribuem para o fortalecimento de nossas instituições ou para a construção de uma sociedade mais justa e solidária, mas, definitivamente, fomenta a discórdia, a injúria e a falácia contra os representantes de nosso Legislativo na tentativa de promover a confusão e o ódio.

A Vereadora Alessandra do Brumado repudia estes, como quaisquer outros boatos com vistas à difamar e prejudicar a atuação de nossos Legisladores. Ressalta que NÃO é contra o pagamento de gratificações, desde que estes sejam realizados dentro do que determina a Lei e não em razão do clientelismo eleitoreiro. Reforça ainda seu compromisso com a ética, o trabalho incessante pelos interesses da sociedade brumadinhense e da legalidade no trato da coisa pública.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s