Possível crise no abastecimento de água preocupa vereadora

A seca pela qual passa não só Brumadinho, mas toda a região sudeste é a maior já enfrentada, pelo menos em nosso município.

Mesmo não tendo dados pluviométricos confiáveis, completos e de longos períodos, é unânime entre os cidadãos a opinião de que a situação é a pior já enfrentada em Brumadinho. O pessimismo também ronda boa parte da população, já que as previsões de chuvas são apenas para dezembro deste ano e não devem durar muito depois de fevereiro de 2015 (segundo informações de alguns meteorologistas).

Pensando em todos os problemas oriundos de uma provável crise hídrica em Brumadinho, a Vereadora Alessandra do Brumado recorreu ao Ministério Público para solicitar que este intervenha junto à Prefeitura e a COPASA no sentido de obter informações e trabalhar políticas públicas para o momento de crise que se avizinha. “Não temos conhecimento de quais medidas estão sendo tomadas pela Prefeitura (se é que alguma ação esteja sendo desenvolvida) no sentido de garantir o abastecimento de nossos cidadãos. Se há alguma ação de educação ambiental nesse sentido e obras de melhoria e ampliação nos sistemas de captação e distribuição nas localidades que não dispõem do abastecimento feito pela COPASA. Entendemos que mesmo que a captação e abastecimento de particulares seja de responsabilidade individual, cabe à Prefeitura auxiliar e amparar os cidadãos nesse momento em que poços, cisternas, açudes e cursos d’água estão minguando e secando (como já tem sido feito através do abastecimento por caminhões pipa). Se faz necessário também indagar a respeito de quais medidas estão sendo desenvolvidas pelo Executivo Municipal no sentido e promover a economia de água dentro das diversas repartições públicas espalhadas pelo município. É notório o uso de grande volume de água pela administração pública em vários setores, sendo mister que a prefeitura também dê o bom exemplo do uso racional dos recursos hídricos”, ressaltou Alessandra na representação (veja o documento completo no fim desta postagem).

Não se pode dar ao luxo da omissão frente a um problema tão sério como o abastecimento de água em nosso município.

Vereadores propõe anteprojeto de lei

Um anteprojeto de lei de iniciativa do Vereador Betinho, ratificado por Alessandra e que deve ser assinado também pelos demais vereadores propõe estabelecer normas de controle de excesso de consumo de água distribuída para uso humano em Brumadinho.

O anteprojeto que depois de assinado pelos demais vereadores será encaminhado ao Executivo prevê uma série de normas para o consumo de água potável objetivando combater o desperdício e promover o uso consciente dos recursos hídricos (veja o texto do anteprojeto de lei no fim deste artigo).

Para a Vereadora Alessandra do Brumado, o momento é preocupante e todas as medidas possíveis devem ser usadas para promover o uso racional da água. “Não pretendemos fazer ‘alarmismos’, mas ressaltar a importância e urgência que esta demanda impõe, uma vez que o abastecimento de água é direito de cada cidadão, garantido por Lei e essencial ao equilíbrio ecológico e à perfeita qualidade de vida de todos os brumadinhenses”.

Scan0067Scan0068 Scan0071

Scan0070Scan0069

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s